Seu Blog

IMAGEM BLOG AEJ
22 Flares Twitter 0 Facebook 20 Google+ 2 Buffer 0 Filament.io 22 Flares ×

No senso comum, ouvimos frequentemente que fazer exercícios de barriga vazia não é recomendável. O mesmo vale para refeições muito próximas à execução dos exercícios. Mas um artigo recente do jornal New York Times vem destruindo esse mito. Novas pesquisas na área da saúde demonstram que comer bem próximo ao momento das atividades físicas, ou estar em jejum, não impactam necessariamente o seu desempenho.

Um estudo em particular revelou que, um grupo de ciclistas que ingeriu bebidas açucaradas, completou uma extenuante corrida de 20 minutos sem maiores problemas. Outros estudos também apontam que pular a refeição antes de se exercitar pode ser bastante vantajoso, especialmente se você está interessado em potencializar a queima de gordura.

Qual a diferença entre barriga cheia e vazia?

Quando praticamos um exercício aeróbico, estamos buscando perder gordura. Dessa forma, quando estamos alimentados e realizamos atividade aeróbica, o organismo inicia o processo de busca por energia pelos carboidratos, depois avança até as proteínas e por fim, chega às gorduras. Ou seja, o caminho normal para metabolizar a gordura não é imediato.

Nesse processo, muitas vezes se queima também massa muscular, o que é uma grande desvantagem para aqueles que fazem os exercícios anaeróbicos com a finalidade de aumentar essa massa.

Quando, no entanto, realizamos uma atividade física sem estar alimentado – por exemplo, logo ao acordar, sem tomar café da manhã – esse processo é distinto. No que chamamos de método Aeróbico em Jejum, a gordura passa ser a principal fonte de energia, ou seja, não será necessária a queima do glicogênio (carboidratos) e nem da massa muscular (proteínas) anteriormente.

Por onde começar?

Você pode usufruir dos benefícios do Aeróbico em Jejum, exercitando-se pela manhã, como atividade primeira do seu dia, enquanto seu estômago ainda está vazio. Isso porque comer uma refeição completa, em especial repleta de carboidratos (pães, bolachas, torradas etc), acaba inibindo seu sistema nervoso simpático e reduz o efeito de queima de gordura.

Ao acordar, é recomendável que você tome de um a dois copos de água. Em seguida, você pode realizar uma atividade física de intensidade moderada, como por exemplo uma caminhada levemente acelerada de 30 a 40 minutos. Caso haja exagero, há o risco de perder massa muscular.

Ao terminar os exercícios, ingira mais dois copos de água e espera por volta de 30 minutos para fazer a refeição. Nesse tempo de espera, o seu corpo trabalhará na oxidação das gorduras.

Quando usar o método?

Bom senso é um ótimo meio para decidir. Ouça seu corpo. Se você estiver se sentindo fraco ou com náuseas enquanto realiza o exercício de estômago vazio, procure comer uma refeição leve, rica em proteínas. Incorpore então essa refeição antes dos exercícios.

Recomenda-se o uso de whey protein nesses casos. Pesquisas apontam que consumir 20 gramas de whey protein antes e depois da atividade física pode potencializar a queima de gordura e maximizar o crescimento de massa muscular simultaneamente.

Novamente, nem todo o mundo precisa comer antes de realizar os exercícios, mas se você precisa, uma whey protein de qualidade é a melhor opção. Ela pode reduzir sua fome e ainda por cima otimizar a oxidação de gordura.

Você já praticou o AEJ? Como foi sua experiência? Conte nos comentários!

 

22 Flares Twitter 0 Facebook 20 Google+ 2 Buffer 0 Filament.io 22 Flares ×

Thiago Fernandes

Gostou do Artigo? Deixe um comentário!

22 Flares Twitter 0 Facebook 20 Google+ 2 Buffer 0 Filament.io 22 Flares ×